(Source: heyfla, via grumpyrose)

1 year ago. 11,482 notes. Permalink.
1 year ago. 187 notes. Permalink.
1 year ago. 8,237 notes. Permalink.

taintedbird:

♥ ♥ happy 53rd birthday you magical prince of wonderful loveliness ♥ ♥

(via jasontoopcooper-deactivated2012)

2 years ago. 189 notes. Permalink.
eternaleve:

Happy birthday to this amazing man, Robert James Smith.
I cannot begin to explain how much I owe to this man. In my lowest times, in my worst points, when I have been to the bottom of this pit that we call life, just to listen to his music has made me feel that I am not alone in this world, that someone understands what I am going through, and that there are people out there who think and feel the same way I do. There are no words good enough to explain how much I adore him and his work.
Happy birthday man. You are my biggest inspiration and one of the lights in this dreary old life.

eternaleve:

Happy birthday to this amazing man, Robert James Smith.

I cannot begin to explain how much I owe to this man. In my lowest times, in my worst points, when I have been to the bottom of this pit that we call life, just to listen to his music has made me feel that I am not alone in this world, that someone understands what I am going through, and that there are people out there who think and feel the same way I do. There are no words good enough to explain how much I adore him and his work.

Happy birthday man. You are my biggest inspiration and one of the lights in this dreary old life.

2 years ago. 24 notes. Permalink.
2 years ago. 43 notes. Permalink.

(Source: astralsilence)

2 years ago. 48 notes. Permalink.
dptflowers:

Happy Birthday Robert Smith!! 
art by David Hurley

dptflowers:

Happy Birthday Robert Smith!! 

art by David Hurley

2 years ago. 26 notes. Permalink.
humanfleshtastesgood:

HAPPY BIRTHDAY !!!

humanfleshtastesgood:

HAPPY BIRTHDAY !!!

(Source: feedyourheadwithacid)

2 years ago. 23 notes. Permalink.
2 years ago. 68 notes. Permalink.

(Source: sundownx2)

2 years ago. 79 notes. Permalink.
delerium13:

fuckyeahgoths:

fuckyeahrobertsmith:fuckyeahthecure:airikah:(via funerapolis)

 happy birthday mr. robert smith =)

(via kingsofcolour)
2 years ago. 164 notes. Permalink.
Para a menina dos olhos azuis cor de sonho:

Um dia, em algum lugar do mundo, nos vamos ouvir Prince e lembrar de uma tarde na sorveteria em que sorrimos vendo as jovenzinhas da mesa ao lado tirando fotos com suas taças decoradas de sorvete, e entre um café e uma salada de fruta, conversamos sobre a vida, sobre planos, sobre anseios, sobre o futuro.
Um dia, vamos assistir um vídeo caseiro qualquer na casa de alguém que queremos muito bem, e vamos lembrar da tarde em que o sol nos queimava a pele e nós nos divertiamos brincando de encenar uma pose para a ‘capa do nosso disco’.
Um dia, e talvez este seja o mais próximo, quando não tivermos que voltar para o mesmo lugar as 19:10 da noite, vamos sentir aquele vazio. Aquela sensação de tédio de quem vai passar a noite sem ter um corredor pra andar, sem ter um bar pra comprar chiclete, sem ter uma mesa no fundo da sala pra contar as novidades.
Um dia, vamos lembrar dos risos. Num outro, vamos lembrar dos choros. De quando a gente ficou desesperada achando que não conseguiriamos fazer o que devia ser feito. De quando a gente ficou deprimida achando que não merecíamos a tristeza que nos consumia. De quando a gente ergueu a cabeça e entendeu que éramos mais, e que na verdade, merecemos sorrir.
Vamos lembrar. E vamos sentir saudade. E sentir saudade é uma das coisas mais sublimes da vida. Saudade é uma dor desenhada com lápis de cera, moldurada numa espécie de arranjo de flores, onde o movimento da paisagem nos faz querer chorar de tanta beleza. 
Sentir saudade é uma prova de amor. É um atestado de que se viveu tudo que deveria ter sido vivido. É um documento registrado em cartório, afirmando que dentro do seu peito, bate um coração no ritmo da sua música preferida.
E a vida vai seguir. Graças a Deus, ela vai seguir. Porque vida que não segue é triste, e nós não queremos mais tristeza. Que ela venha nos visitar de vez em quando, tudo bem, afinal toda tristeza é inspiradoramente linda. Mas que ela se retire de vez em quando. Que tire férias de nós mesmas. E que nos dê tempo de sorrir, de amar, de sentir…
Sentir. Eu desejo do fundo do meu coração torpe, que tu sejas capaz de sentir tudo em todos os dias da tua longa vida. Porque sentir é divino. “O que seria do doce se não houvesse o amargo?” …O que seria?…
Sofrer faz parte. Mas a gente precisa aprender a levantar, mesmo que muitas vezes sozinha, e seguir em diante. Porque o tempo não pára para esperar por nós. O tempo segue. Implacavel. Voraz. 
Guarde bem as memórias que merecem lugar no teu bau de recordações. Mas não esqueça de queimar aquelas que não merecem mais tuas lágrimas. Estas, só vão te ocupar espaço e juntar traças. Não te servem pra nada. Se não, para estragar sua alma.
Guarde bem as pessoas que um dia mereceram o teu sorriso. Se elas não estiverem mais por perto, entenda os seus motivos. Algumas a vida leva, algumas a morte leva, algumas se perdem no espaço do tempo… mas se elas mereceram teu sorriso por um momento que seja, guarde-as. 
Lembre de sorrir. E de chorar também. Chorar é muito importante. Chorar é como tomar banho de chuva no verão, lava a alma. Mantenha a alma limpa. Eu sei que no teu caso não é nada difícil. Tu teve a benção de nascer com uma alma clara como a cor dos teus olhos. Que muda de cor conforme a estação. E que sempre encanta. Sempre.
Não tenha medo de viver. Isso parece clichê dito assim, e talvez realmente seja. Mas é uma verdade incontestável, que coragem pra viver é pra poucos. Seja uma desses poucos. Tenha coragem de viver, de acreditar quando não se tem certeza, de apostar quando não se tem fichas. Tenha coragem de chorar e rir com a mesma intensidade de um coração de criança. Tenha coragem de se importar verdadeiramente contigo. Tenha coragem de reconhecer um erro. E de tentar de novo. E de não querer morrer se der errado outra vez. Sempre se pode recomeçar.
Tenha amigos. Poucos, mas bons. Tenha irmãos. Doidos de pedra, mas verdadeiros. Tenha seus pais. Cheios de um amor que quase não cabe dentro do teu quarto. E saiba amá-los da mesma forma, com um amor que não caiba na casa inteira. 
Escreva sempre que possível. A escrita é um desabafo silencioso. Um segredo contado aos poucos. Uma confissão de vida inteira.
Olhe nos olhos das pessoas. E pergunte o que elas estão pensando, quando o assunto acabar. Pergunte mesmo quando o assunto nem tiver começado. Pergunte sempre. Mas não esqueça que a resposta tem que valer a pena. Então escolha bem pra quem fazer a pergunta.
Abrace. Abrace sem motivo. Abrace por pura vontade inexplicável. Abrace só pra ganhar um carinho. Ou só pra demonstrar carinho. Mas abrace. Este é um ‘conselho’ do qual eu sei que não tenho grandes conhecimentos, rs. Mas estou tentando mudar. 
Ame. Mesmo morrendo de medo de amar. E tenha pelo menos uma pessoa pra quem contar esse amor. E sinta o coração bater mais forte quando o amado chegar, sinta as mãos tremerem quando ele te lembrar no meio da noite, sinta o sorriso explodir no rosto quando ele te disser algo bonito e inesperado. E não espere muito do amor. Apenas ame. E quando achar que já não pode mais, ou que não vai dar certo, não feche seu coração pra todo o amor que ainda há de vir nessa vida.
Não se deixe endurecer pelo tempo. Não adquira modos frios e apáticos perante a vida. Não morra enquanto o coração estiver batendo. Acredite, tem muita gente morta por aí, andando entre nós, respirando só por respirar, “sobrevivendo”.
Enfim. Como sempre, eu fui longe de mais. E eu poderia dizer aqui, que ainda não disse a metade das coisas que eu gostaria de dizer. Porque me falta criatividade às 4:35 da manhã de domingo, rs. 
Lembre. Lembre de tudo o que foi escrito aqui. E de tudo que te disserem daqui por diante. Todos os elogios e criticas, porque infelizmente as criticas tb são importantes. Lembre de tudo. 
E principalmente, não esqueça de você.
Nunca. 
Por nada, nem por ninguém. 

Disseram em algum lugar que amigos de verdade são a família que a gente escolhe. 
Então, tenha um bom dia, minha amiga-irmã ♥


Domingo, 1 de Abril de 2012.

Para a menina dos olhos azuis cor de sonho:

Um dia, em algum lugar do mundo, nos vamos ouvir Prince e lembrar de uma tarde na sorveteria em que sorrimos vendo as jovenzinhas da mesa ao lado tirando fotos com suas taças decoradas de sorvete, e entre um café e uma salada de fruta, conversamos sobre a vida, sobre planos, sobre anseios, sobre o futuro.

Um dia, vamos assistir um vídeo caseiro qualquer na casa de alguém que queremos muito bem, e vamos lembrar da tarde em que o sol nos queimava a pele e nós nos divertiamos brincando de encenar uma pose para a ‘capa do nosso disco’.

Um dia, e talvez este seja o mais próximo, quando não tivermos que voltar para o mesmo lugar as 19:10 da noite, vamos sentir aquele vazio. Aquela sensação de tédio de quem vai passar a noite sem ter um corredor pra andar, sem ter um bar pra comprar chiclete, sem ter uma mesa no fundo da sala pra contar as novidades.

Um dia, vamos lembrar dos risos. Num outro, vamos lembrar dos choros. De quando a gente ficou desesperada achando que não conseguiriamos fazer o que devia ser feito. De quando a gente ficou deprimida achando que não merecíamos a tristeza que nos consumia. De quando a gente ergueu a cabeça e entendeu que éramos mais, e que na verdade, merecemos sorrir.

Vamos lembrar. E vamos sentir saudade. E sentir saudade é uma das coisas mais sublimes da vida. Saudade é uma dor desenhada com lápis de cera, moldurada numa espécie de arranjo de flores, onde o movimento da paisagem nos faz querer chorar de tanta beleza.

Sentir saudade é uma prova de amor. É um atestado de que se viveu tudo que deveria ter sido vivido. É um documento registrado em cartório, afirmando que dentro do seu peito, bate um coração no ritmo da sua música preferida.

E a vida vai seguir. Graças a Deus, ela vai seguir. Porque vida que não segue é triste, e nós não queremos mais tristeza. Que ela venha nos visitar de vez em quando, tudo bem, afinal toda tristeza é inspiradoramente linda. Mas que ela se retire de vez em quando. Que tire férias de nós mesmas. E que nos dê tempo de sorrir, de amar, de sentir…

Sentir. Eu desejo do fundo do meu coração torpe, que tu sejas capaz de sentir tudo em todos os dias da tua longa vida. Porque sentir é divino. “O que seria do doce se não houvesse o amargo?” …O que seria?…

Sofrer faz parte. Mas a gente precisa aprender a levantar, mesmo que muitas vezes sozinha, e seguir em diante. Porque o tempo não pára para esperar por nós. O tempo segue. Implacavel. Voraz.

Guarde bem as memórias que merecem lugar no teu bau de recordações. Mas não esqueça de queimar aquelas que não merecem mais tuas lágrimas. Estas, só vão te ocupar espaço e juntar traças. Não te servem pra nada. Se não, para estragar sua alma.

Guarde bem as pessoas que um dia mereceram o teu sorriso. Se elas não estiverem mais por perto, entenda os seus motivos. Algumas a vida leva, algumas a morte leva, algumas se perdem no espaço do tempo… mas se elas mereceram teu sorriso por um momento que seja, guarde-as.

Lembre de sorrir. E de chorar também. Chorar é muito importante. Chorar é como tomar banho de chuva no verão, lava a alma. Mantenha a alma limpa. Eu sei que no teu caso não é nada difícil. Tu teve a benção de nascer com uma alma clara como a cor dos teus olhos. Que muda de cor conforme a estação. E que sempre encanta. Sempre.

Não tenha medo de viver. Isso parece clichê dito assim, e talvez realmente seja. Mas é uma verdade incontestável, que coragem pra viver é pra poucos. Seja uma desses poucos. Tenha coragem de viver, de acreditar quando não se tem certeza, de apostar quando não se tem fichas. Tenha coragem de chorar e rir com a mesma intensidade de um coração de criança. Tenha coragem de se importar verdadeiramente contigo. Tenha coragem de reconhecer um erro. E de tentar de novo. E de não querer morrer se der errado outra vez. Sempre se pode recomeçar.

Tenha amigos. Poucos, mas bons. Tenha irmãos. Doidos de pedra, mas verdadeiros. Tenha seus pais. Cheios de um amor que quase não cabe dentro do teu quarto. E saiba amá-los da mesma forma, com um amor que não caiba na casa inteira.

Escreva sempre que possível. A escrita é um desabafo silencioso. Um segredo contado aos poucos. Uma confissão de vida inteira.

Olhe nos olhos das pessoas. E pergunte o que elas estão pensando, quando o assunto acabar. Pergunte mesmo quando o assunto nem tiver começado. Pergunte sempre. Mas não esqueça que a resposta tem que valer a pena. Então escolha bem pra quem fazer a pergunta.

Abrace. Abrace sem motivo. Abrace por pura vontade inexplicável. Abrace só pra ganhar um carinho. Ou só pra demonstrar carinho. Mas abrace. Este é um ‘conselho’ do qual eu sei que não tenho grandes conhecimentos, rs. Mas estou tentando mudar.

Ame. Mesmo morrendo de medo de amar. E tenha pelo menos uma pessoa pra quem contar esse amor. E sinta o coração bater mais forte quando o amado chegar, sinta as mãos tremerem quando ele te lembrar no meio da noite, sinta o sorriso explodir no rosto quando ele te disser algo bonito e inesperado. E não espere muito do amor. Apenas ame. E quando achar que já não pode mais, ou que não vai dar certo, não feche seu coração pra todo o amor que ainda há de vir nessa vida.

Não se deixe endurecer pelo tempo. Não adquira modos frios e apáticos perante a vida. Não morra enquanto o coração estiver batendo. Acredite, tem muita gente morta por aí, andando entre nós, respirando só por respirar, “sobrevivendo”.

Enfim. Como sempre, eu fui longe de mais. E eu poderia dizer aqui, que ainda não disse a metade das coisas que eu gostaria de dizer. Porque me falta criatividade às 4:35 da manhã de domingo, rs.

Lembre. Lembre de tudo o que foi escrito aqui. E de tudo que te disserem daqui por diante. Todos os elogios e criticas, porque infelizmente as criticas tb são importantes. Lembre de tudo.

E principalmente, não esqueça de você.

Nunca.

Por nada, nem por ninguém.

Disseram em algum lugar que amigos de verdade são a família que a gente escolhe.

Então, tenha um bom dia, minha amiga-irmã ♥

Domingo, 1 de Abril de 2012.

2 years ago. 1 note. Permalink.

(Source: desculparealidade, via drewsk)

2 years ago. 24,307 notes. Permalink.

(Source: johnwayne-gacy, via laraue)

2 years ago. 5 notes. Permalink.
Page 1 of 65